Lionesa 2025. Está a acontecer.

 

Até 2025 vai nascer uma cidade criativa povoada por centenas de empresas e mais de 10 mil colaboradores. Este é o desígnio da Lionesa.

 

Com critérios de sustentabilidade, preservando a qualidade ambiental e o património construído, começa já a desenvolver-se um programa de arquitectura ambicioso que vai duplicar a Área Bruta Locável para 104 mil m2.

 

Edifícios gizados com harmonia, novas estruturas de apoio aos negócios, espaços ajardinados, zonas de lazer, campos desportivos e um corredor verde que se estende até ao Atlântico fazem parte de um futuro que responde ao contínuo crescimento do tecido empresarial Lionês, marcadamente inovador.

Espaço para crescer

A amplitude por que se espraia a Lionesa permite fazer a excelência.

Com a mudança já a revelar-se, 2020 e 2025 são os anos de expressão de um projecto que vai:

- expandir e valorizar as actuais instalações, um conjunto industrial de meados do séc. XX;

- criar de raiz edifícios delicados, idealizados por diferentes arquitectos, que respeitam a envolvente cultural e histórica;

- e erguer aquele que será o símbolo da forte dinâmica Lionesa – um edifício icónico, de traço surpreendente.

Grande abertura ao desporto

O desporto ganha protagonismo.

Um campo de futebol, nove campos de padle e um campo de ténis farão uma nova aldeia desportiva, acessível aos Lioneses e aberta ao exterior.

A par destas estruturas, um corredor verde, um projecto da Câmara de Matosinhos, levará a Lionesa até ao mar em Leça da Palmeira.

Bem-vindos ao Mundo Lionês

Expressiva mas tranquila, a revolução em curso vai trazer, definitivamente, o mundo para dentro da Lionesa – e afirmar a Lionesa no mundo.

Escritórios, um hostel e residências empresariais participam na concepção de um pólo empreendedor com alcance global.

Pensando nos Lioneses, serão construídos um jardim-de-infância, banco, clínica, e tantas outras estruturas.

No lugar de sempre, cria-se um novo tempo.